Neto diz que Palmeiras só quer Mundial de 51 porque Corinthians ganhou em 2000

Para o comentarista da Band, Fluminense não briga pelo reconhecimento da mesma forma 'porque tem vergonha'

O comentarista da Band Neto resolveu opinar sobre a polêmica do dia - o não reconhecimento por parte da Fifa do título de campeão mundial do Palmeiras, a Copa Rio, de 1951. Em seu programa, "Os Donos da Bola", Neto deu a entender que o Palmeiras só pede o reconhecimento do título de 1951 por "inveja" porque o Corinthians foi campeão mundial - esse sim reconhecido pela Fifa - no torneio de 2000.

"Se a Fifa está falando que não é, não é (mundial)", declarou Neto, sobre o título palmeirense.

+ Após 19 anos e 12 troféus, Milan e Adidas rompem contrato de patrocínio

+ É oficial: o Palmeiras não tem mundial e a internet passa mal

Ele continuou: "por que o Palmeiras demorou 50 anos para pedir esse título? Foi por que o Corinthians foi campeão em 2000? Por que briga agora? O motivo é porque o Corinthians foi campeão sem disputar a Libertadores?", questionou Neto. "O que eu não gosto é que o Palmeiras, a partir de agora, depois de 50 anos, venha reivindicar um título mundial porque o Corinthians foi campeão em 2000, porque não disputou a Libertadores. Por que não brigou em 1970, em 1980, por que não brigou na era Parmalat?”, disparou.

Para Neto, o Fluminense, que venceu a mesma taça em 1952, não briga na Fifa pelo reconhecimento do Mundial "porque tem vergonha". "Por que o Fluminense não briga do mesmo jeito que o Palmeiras depois de 50 anos? Eles não brigam, porque têm vergonha em falar isso aí", afirmou.

 

MAIS SOBRE:

futebolfutebolFIFA [Federação Internacional de Futebol]PalmeirasCorinthians
Comentários