Neymar comenta boato sobre droga, transferência e fama de cai-cai

Jogador do Paris Saint-Germain deu entrevista para a emissora francesa Canal +

Relacionadas

Seja por meio de seus fãs, de seus haters ou da imprensa, os passos de Neymar são acompanhados de perto por milhares de seguidores. Na véspera da virada do ano, um boato começou a viralizar: a de que o jogador do Paris Saint-Germain estaria usando droga em um vídeo que caiu nas redes sociais. 

Em entrevista ao Canal +, o craque brasileiro comentou sobre essa repercussão, as fofocas constantes envolvendo seu nome, sua fama de cai-cai durante e após a Copa do Mundo da Rússia, as especulações de sua transferência para o Real Madrid e sua volta para o Barcelona.  

"No Réveillon, inventaram que eu estava usando droga. Acredito que passaram dos limites. Eu sou um atleta de alto nível. Sou um pouco maluco, mas não sou tão maluco a ponto de fazer essa burrice", analisa o camisa 10 do clube francês que marcou duas vezes na goleada por 9 a 0 sobre o Guingamp.

O jogador acredita que por ser ele, seja notícias positivas ou negativas, repercutem mais. "Se falam do meu nome, falam de mim, é porque minha qualidade é grande, é porque sou um dos melhores. Mantenho a calma, a paciência. Estou mais maduro para aguentar qualquer tipo de situação", descreve.

Sobre as especulações envolvendo sua saída do PSG, o atacante foi enfático: "A partir do momento que tiver algo concreto, falarei com todos. Sou homem para assumir essas coisas e sou bem claro quanto a isso também". 

Por fim, Neymar também comentou sua fama de aumentar as faltas durante o Mundial da Rússia. "Sofri muitas faltas na Copa, todas foram faltas se vocês pegarem os lances. Não simulei em momento nenhum, apenas sofri a falta. Se a marcação foi dura é porque tinha que ser dura. Se me deixar sozinho, vou fazer acontecer algo", analisa. 

 

MAIS SOBRE:

futebolParis Saint-GermainNeymar
Comentários