Neymar fica fora dos 10 melhores jogadores do ano em ranking de jornal inglês

The Guardian anunciará os dez primeiro colocados nesta sexta-feira sem o craque brasileiro

Relacionadas

O periódico The Guardian continua a soltar nesta quinta-feira uma lista que culminará no ranking dos 100 melhores jogadores deste ano. Melhor entre os brasileiros, Neymar saiu do pódio da edição passada, na qual ficou em terceiro lugar, e não integra sequer os dez nomes mais bem colocados de 2019.

Em 11º lugar, o atacante do Paris Saint-Germain teve um perfil de sua temporada feito pelo jornalista do periódico inglês, Paul Doyle, que usa referências irônicas às simulações de faltas recebidas pelo brasileiro. O repórter é uma das 225 pessoas que votam na eleição, entre profissionais de mídia, técnicos e ex-jogadores.

"Sim, ele pode ser auto-indulgente e tem uma tendência a exagerar a dor que sente depois de ter sofrido uma falta, e talvez isso explique por que ele caiu oito posições desde a pesquisa do ano passado", analisa a publicação. 

Mas não foram só alfinetadas. Sobre o atacante, o parágrafo também descreve que o jogador de 26 anos foi perseguido por críticos por pura inveja ou perplexidade ao ver um "criador tão maravilhoso". O ranking também cita que o brasileiro "lutou contra uma lesão grave para ajudar o Brasil a chegar às quartas de final da Copa do Mundo".

"Somente um ator de primeira linha poderia afirmar de maneira convincente que não é uma alegria assistir Neymar quando ele está em pleno fluxo", afirma.

Além de Neymar, outros dez jogadores brasileiros também já foram colocados no ranking: Marcelo, Firmino, Coutinho, Casemiro, Alisson, Ederson, Fernandinho, Thiago Silva, Gabriel Jesus e Willian.

 

MAIS SOBRE:

futebolThe GuardianNeymarParis Saint-Germain
Comentários