Nike desafia Cristiano Ronaldo em campanha publicitária na Itália

Astro é a esperança do Campeonato Italiano voltar a viver seu auge

Relacionadas

O futebol italiano iniciou na último sábado uma nova era. O astro Cristiano Ronaldo, transferência mais cara da história da Juventus e da Itália, é a grande esperança do Campeonato Italiano voltar a viver seu auge, como nos anos 1980 e 1990, quando era considerada a liga mais competitiva do mundo.

O desafio encarado pelo português é grande e a busca por títulos não é só um pedido dos torcedores da Velha Senhora, mas também de um de seus patrocinadores. 

Em uma rua de Turim, a Nike fez um outdoor enaltecendo todas as conquistas do mais novo ídolo do país. No fim, no entanto, uma provocação saudável: "Agora esqueça tudo isso e recomece".

Na estreia do craque pela Juventus, diante do Chievo, a emissora Sky Sports registrou mais de 2,3 milhões de telespectadores. O jornal La Gazzetta dello Sport que isso representa a quarta maior audiência da história do canal e 60% a mais que na primeira partida da Juve na temporada passada.

A partida entre Chievo e Juventus ainda quebrou um jejum do Campeonato Italiano: pela primeira vez desde 2007, com Kaká pelo Milan, o futebol italiano voltou a ter um atual melhor jogador do mundo em seus gramados. 

Juventus

Se dentro de campo Cristiano Ronaldo está começando a escrever sua história pela Juventus, fora dos gramados o português já quebrou recordes. Menos de 10 dias depois da contratação, os carnês de ingressos para os jogos da Juve já haviam se esgotado. A taxa de renovação chegou aos 95%.

As lojas do clube em Turim e em Milão ficaram abarrotadas por semanas, esgotando diariamente todos os lotes de camisas do astro português. Além disso, nas redes sociais, Cristiano Ronaldo ajudou a Juventus a ganhar 3,5 milhões de seguidores no Instagram e 1,7 milhão de curtidas no Facebook.

No mercado financeiro, o valor de mercado da "Velha Senhora" saltou de 660 milhões de euros quando os rumores sobre o atacante começaram para 905 milhões após a contratação. (/ANSA)

 

MAIS SOBRE:

FutebolCristiano RonaldoCampeonato Italiano de FutebolJuventus de TurimNikefutebol
Comentários