Nike se posiciona sobre caso de racismo com Sterling e nem todos aprovam

Fornecedora de material esportivo do Manchester City usou o Twitter para comentar o episódio

Relacionadas

Meses depois de se pronunciarem sobre o caso do jogador de futebol americano Colin Kaepernick, a Nike usou mais uma vez seu Twitter para comentar um acontecimento dentro do esporte. Dessa vez, o episódio de racismo sofrido pelo atacante Raheem Sterling na partida entre Manchester City e Chelsea.

Com uma foto em preto e branco do jogador jamaicano de 24 anos, a fornecedora de material esportivo se posiciona sobre o ocorrido no duelo do último sábado pelo Campeonato Inglês. "Se pronunciar nem sempre deixa a vida mais fácil, mas a facilidade nunca mudou nada", escrevem na imagem que conta ainda com o símbolo da marca.

Entre os comentários, alguns internautas criticam as intenções da Nike com a mensagem. "A Nike ama ganhar em cima de situações e jogadores oprimidos", escreve um. "Os capitalistas nunca perdem um truque", publica outro. Publicada há menos de duas horas, a publicação conta com mais de duas mil curtidas.

Depois do ocorrido, Sterling utilizou as redes sociais para se posicionar e chegou a criticar uma reportagem do jornal Daily Mail sobre seu companheiro de time, Tosin Adarabioyo, como exemplo de como a cobertura da mídia de jogadores negros contribui "para que as pessoas sejam racistas nestes dias e nesta época".

Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) anunciou neste domingo que vai investigar o caso e o Chelsea anunciou nesta a suspensão dos quatro torcedores que proferiram ofensas racistas.

 

MAIS SOBRE:

FutebolRaheem SterlingManchester City Football ClubfutebolracismoNike
Comentários