No Amazonas, torcedores pagam alimentação para jogadores do São Raimundo

Clube sofreu 13 de derrotas em 14 partidas e foi rebaixado à segunda divisão do Amazonense

Relacionadas

A situação está crítica no São Raimundo, tradicional clube do norte do Brasil, que neste ano foi rebaixado à segunda divisão do Campeonato Amazonense com quatro rodadas de antecedência. Os jogadores não recebem há dois meses e falta comida, o que fez com que alguns torcedores pagassem a alimentação para os atletas do próprio bolso. O relato é do portal Globoesporte.

O atacante Marquinhos, que defende a equipe, contou que os jogadores entraram em greve e se recusaram a atuar, neste sábado, contra o Nacional, neste sábado, na Arena da Amazônia. Alguns atletas que estavam no BID, mas haviam sido dispensados no primeiro turno, foram chamados para compor o elenco. O time, desta maneira, se poupou de um WO, mas levou 5 a 0 do adversário.

"Faltou tudo. As coisas que chegaram para nós vieram da torcida, inclusive a alimentação, que era o primordial do atleta. A torcida se uniu e fizeram de tudo para não faltar nada para nós, jogadores. A gente só tem que pedir desculpas pelo resultado que não era o que a gente esperava", afirma o jogador, na reportagem.

A crise se traduziu na péssima campanha no estadual: em 14 jogos, um empate, 13 derrotas, seis gols marcados e 44 sofridos. Agora, o Tufão do Amazonas, que tem uma torcida bastante fiel, tentará se recompor para a disputa da segundona do estadual.

MAIS SOBRE:

futebol Futebol
Comentários