'O Palmeiras é o primeiro campeão mundial', afirma Blatter a jornal

Suíço de 82 anos está banido do futebol por conta dos escândalos de corrupção na entidade

Relacionadas

Presidente da Fifa entre 1998 e 2015, o suíço Joseph Blatter foi convidado pessoalmente pelo presidente Vladimir Putin para assistir a Copa do Mundo. Em solo russo, o ex-presidente voltou a falar a respeito da conquista palmeirense da Copa Rio de 1951. 

Argentinos são presos por usar troféus falsos da Copa para traficar drogas

Após vitória da Alemanha, brasileiros temem duelo nas oitavas de final

+ Atacante australiano revela ameaças a companheiro por atuações ruins na Copa

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Blatter, que está banido do futebol por conta dos escândalos de corrupção na entidade, não teve dúvidas ao afirmar: o Palmeiras é sim campeão mundial, repetindo a declaração dada ao Estado quando ainda era o comandante da Fifa. 

"Disse hoje para todas as pessoas que me perguntam há três dias: o Palmeiras é o primeiro campeão mundial de clubes. Eu posso dizer porque não sou mais presidente da Fifa. Para mim, é o Palmeiras", comentou.

Entenda

No dia 22 de julho de 1951, o Palmeiras conquistou a Copa Rio e sagrou-se campeão mundial derrotando a Juventus, no estádio do Maracanã. Um torneio que causa polêmica até hoje, mas que foi disputado por alguns dos principais clubes do mundo naquele momento.

A primeira fase da competição foi disputada em duas chaves de quatro equipes. A chave disputada em São Paulo teve o Estrela Vermelha, Juventus, Nice e Palmeiras. 

No Rio, jogaram Áustria Viena, Nacional, Sporting e Vasco. As equipes se enfrentaram em turno único dentro dos grupos e os dois primeiros colocados avançaram para as semifinais, que foram disputados em dois jogos.

Na semifinal, o Palmeiras enfrentou o Vasco, em dois jogos no Rio, enquanto Juventus e Áustria Viena disputaram a outra vaga, em duas partidas no Pacaembu. Palmeiras e Juventus passaram e realizaram as duas finais: no primeiro confronto, realizado no Pacaembu, o time alviverde venceu por 1 a 0, com gol de Rodrigues. Na etapa decisiva, o Palmeiras lutou e conquistou o empate por 2 a 2. 

Jornais da época, como A Gazeta Esportiva, trataram o título da Copa Rio, de fato, como uma conquista mundial. A Fifa chegou a afirmar ao Estado o Mundial de 1951 para o Palmeiras e também a receber uma homologação da conquista. Pouco depois, no entanto, a decisão foi adiada em função de outros clubes terem reinvindicado o mesmo.

MAIS SOBRE:

FutebolCopa do Mundo Rússia 2018 [futebol]Joseph BlatterPalmeirasMundial de Clubes
Comentários