'Ou não entendo nada ou é clubismo', diz Felipe Melo sobre convocações de Tite

Volante do Palmeiras critica ausência de seus colegas de clube no grupo da seleção brasileira

Relacionadas

Sempre polêmico, Felipe Melo deixou claro que não gostou das últimas convocações de Tite para a seleção brasileira. O volante do Palmeiras reclamou, principalmente, da ausência de seus colegas de equipe nas listas do treinador durante evento de uma marca esportiva na última quinta-feira, 21/06.

"Um time que vem de 32 jogos sem perder no Brasileiro, que pode ser que daqui para frente não ganhe mais nada, mas que hoje tem o melhor ataque e defesa, tanto no Brasileiro como na Libertadores, também na Copa do Brasil, e não ter nenhum jogador, tem coisa errada. Ou eu não entendo b… nenhuma de futebol ou existe um clubismo muito grande lá dentro", declarou o atleta.

Melo relatou que nem tem ligado a TV para ver a seleção. "Não assisti aos jogos, porque prefiro não assistir do que torcer contra, sobretudo porque há pessoas ali que tenho muita consideração, tanto jogadores quanto da comissão técnica. Prefiro deixar chegar um jogo contra um Uruguai, por exemplo, uma Colômbia, para eu torcer bastante para o Brasil ganhar. Aí gente esquece um pouco da injustiça e clubismo e torce, porque somos patriotas", afirmou.

Depois, ele voltou a reclamar da ausência de seus colegas de time. "Teria que ter pelo menos um jogador do Palmeiras, por merecimento, você está dando 'carta-branca', colocando o futebol do país em evidência. Não pode se convocar uma seleção brasileira só de estrangeiros, porque aí coloca que aqui no seu país ninguém presta", criticou Felipe Melo.

No time alviverde, Dudu, Bruno Henrique  e Weverton costumam ser alguns dos cotados para jogar na seleção - Tite já convocou o goleiro no passado e citou o volante em coletiva como um dos possíveis convocados. O atacante, por sua vez, foi eleito o melhor do Campeonato Brasileiro no ano passado.

Felipe Melo já jogou na seleção, no ciclo entre 2006 e 2010, sendo um dos jogadores de confiança do técnico Dunga. Foi titular na Copa da África do Sul, e protagonista no jogo em que o Brasil caiu para a Holanda nas quartas de final: deu assistência para Robinho abrir o placar, mas atrapalhou Júlio César a tirar a bola no gol de empate e foi expulso por pisar em Robben de propósito quando a virada já havia acontecido.

MAIS SOBRE:

futebolFelipe MeloTitePalmeirasseleção brasileira masculina de futebol
Comentários