Ouça a narração emocionada de Rafael Henzel no gol que pôs a Chape na Libertadores

Sobrevivente do acidente em Medellín não conteve as lágrimas ao gol nos acréscimos de Túlio de Melo

Relacionadas

Na semana em que o desastre de Medellín completou um ano, a Chapecoense agora fez o Brasil se emocionar de felicidade. Com o gol de Túlio de Melo, nos acréscimos da partida contra o Coritiba, o time catarinense venceu por 2 a 1, chegou à oitava colocação e se garantiu na fase preliminar da Copa Libertadores de 2018. 

O feito é algo extraordinário pela situação do clube, obrigado a refazer todo o elenco depois da queda do avião, em novembro do ano passado. Apesar de ter flertado com a zona do rebaixamento, o alviverde de Chapecó conseguiu evitar o descenso e ainda ficar na primeira metade da tabela. 

 

+ Liberta, Série B e zona morta: redes sociais repercutem rodada final do Brasileirão

+ Carro invade e dá duas voltas no campo em partida sub-18 nos Emirados Árabes

+ Siga o Fera no Twitter!

 

 

A classificação da Chape ficou ainda mais emocionante na voz de Rafael Henzel, narrador que sobreviveu ao acidente. Enquanto transmitia o gol de Túlio de Melo, o jornalista não conteve as lágrimas, causando comoção nos ouvintes e também em seus colegas da Rádio Oeste Capital

"O meu coração transborda de felicidade! Túlio! Túlio de Melo! Um ano depois, a Chapecoense chega ao gol da pré-Libertadores", começou o narrador, antes de embargar a voz e chorar. "Um gol extremamente importante, como tem que ser, na luta, na força, na garra, como foi o ano, como foi a vida dos chapecoenses, que há um ano choravam pelos seus mortos aqui na Arena Condá. E a gente chora de felicidade, de alegria, um ano depois. A gente fica emocionado com o gol de Túlio de Melo", completou. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolrafael henzelChapecoense
Comentários