Ovelha Dolly 2.0: especialista em genética afirma que é possível clonar o Messi

Rádio espanhola Cadena SER fez o questionamento a um cientista

Relacionadas

Depois de encontrarem pacotes de cocaína com o nome de Cristiano Ronaldo, uma outra notícia bizarra ocupa as manchetes da imprensa internacional: a possibilidade de clonar Lionel Messi. Pois é, parece que voltamos aos anos 90 com a ovelha Dolly. 

Muito se comenta sobre as habilidades do craque do Barcelona, sobre ele ser único e suas habilidades serem inclusive diferentes das de seu arquirrival Cristiano Ronaldo. Mas uma rádio espanhola resolveu fazer uma pergunta inusitada para um especialista em genética: seria possível fazer um clone do camisa 10 da seleção argentina?

Quem responde ao questionamento levantado pela rádio Cadena SER é um professor da Universidade Pompeu Fabra, o geneticista Arcadi Navarro. "Sim, seria possível clonar Messi com as técnicas atuais", afirma. "Seria como se tivessem nascido dois gêmeos e um deles tivéssemos congelado por 20 ou 30 anos", completa.

Mas será que esse "gêmeo" herdaria o mesmo talento de Messi com a bola? Bem, o especialista afirma que ele teria o mesmo potencial que o argentino, mas que teria de repetir também o ambiente, educação e outros componentes que moldaram Messi para ele se tornar o que é hoje. 

"Suas qualidades têm um componente genético e outro educativo, ambiental... Sua educação, sua vida em La Masia, o tratamento que recebeu...", exemplifica. Messi, o verdadeiro, entra em campo nesta sexta-feira no amistoso contra a Venezuela, em Madri, às 17h.

MAIS SOBRE:

futebolBarcelona [Futbol Club Barcelona]Messiseleção argentina masculina de futebol
Comentários