Para Mourinho, ida de Neymar para o PSG mudou completamente o mercado

'Jogadores que valiam 20 milhões, agora são de 40 milhões; os de 40, viraram de 60', disse o português a jornal

Relacionadas

Já na liderança do Campeonato Inglês, o Manchester United talvez tenha sido o clube do país que mais se deu bem na última janela de transferências. Não apenas pelas contratações em si, mas também pelo momento em que foram realizadas. 

Em entrevista ao jornal britânico The Times, o técnico José Mourinho afirmou que o clube foi "muito esperto" e que, a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain, desestabilizou muito o mercado de jogadores. 

"Fomos muito espertos. Nós pensamos que algo poderia acontecer que mudaria o mercado para sempre. Geralmente, a última parte da janela de transferências é mais barata, mas nessa temporada, depois do Neymar, tudo mudou - e mudou para pior, em termo de preços", declarou Mourinho, citando a negociação de 199 milhões de libras (R$ 809 milhões) do brasileiro com o PSG. 

 

 

"Eu acho que Lukaku em 31 de agosto (último dia da janela) teria custado 150 milhões de libras (R$ 609,47 milhões). Matic teria sido 60 milhões ou 70 milhões de libras (R$ 243,79 milhões ou R$ 284,42 milhões). Neymar mudou tudo. Se a maior transferência da história ainda fosse Pogba, eu acho que o Philippe Coutinho teria ido ao Barcelona por 100 milhões de libras (R$ 406,31 milhões)", completou Mourinho. 

Principal contratação do United para esta temporada, Romelu Lukaku foi negociado com o Everton 73,3 milhões de libras (R$ 309,72 milhões), conforme registrado pelo portal especializado Transfermarkt. Já Matic, que estava no Chelsea, foi para o Old Trafford por 40,23 milhões de libras (R$ 163,45 milhões). 

 

 

Para Mourinho, o mundo do futebol agora "considera a cifra de 200 milhões de libras". Além disso, "jogadores de 20 milhões de libras se tornam de 40 milhões; os de 40, viraram de 60, e tudo mudou". 

"Lukaku e Matic teriam custado agora 200 milhões de libras ao todo. Mas porque fizemos as contratações no começo da temporada, vieram por muito menos. Acho que fizemos muito bem na questão financeira e também na preparação dos termos, antes do começo da temporada. Isso não é crucial, mas é importante", concluiu. 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolManchester Unitedparis saint-germainJosé MourinhoNeymar
Comentários