Para se beneficiar com pênaltis, time argentino faz área 'gigante' em campo

Deportivo Riestra, da Argentina, venceu jogo que valia acesso mas foi acusado de práticas desleais por equipe adversária

Relacionadas

Repare na foto acima. Se não viu algo de estranho, olhe de novo e repare na proporção entre o círculo central do campo até a grande área: o espaço no campo de jogo está reduzido demais. Uma "grande" grande área.

Pois o Deportivo Riestra, da Argentina, é acusado pelo Comunicaciones, equipe que derrotou em partida que valeu o acesso à Primera Metropolitana (o equivalente à terceira divisão do país), de ter marcado uma área "gigante" de propósito, no Estádio Guillermo Laza, justamente para ser beneficiado com pênaltis com mais facilidade. O caso foi publicado em reportagem pelo portal UOL.

A vitória por 2 a 0 do Riestra, no fim de semana, começou com um gol justamente de pênalti, marcado no limite da grande área. 

E não foi só: os jogadores do Comunicaciones, além de denunciarem a grande área desproporcional, reclamaram de diversas outras irregularidades. Eles pediram a anulação da partida e a marcação de um novo jogo.

Primeiro, um torcedor entrou no campo para "comemorar" com os jogadores e forçou o encerramento da partida, tamanha a confusão, aos 44 minutos do segundo tempo. Depois, descobriu-se ser o meio-campista da equipe, que não estava relacionado para a partida. Coincidência ou não, foi a terceira vez desde 2013 que um jogo do time valendo acesso acabou com o mesmo tipo de confusão.

Além disso, os donos da casa teriam ameaçado os adversários de morte e disponibilizado apenas bolas velhas e murchas para o segundo tempo do jogo, para segurar a vantagem por 2 a 0.

Diante de tantas falcatruas, o caso foi parar na Justiça Desportiva da Argentina, que deve ser pronunciar sobre a validade ou não do acesso do Riestra. Segundo o jornal argentino La Nación, a equipe tentou "apagar as provas" da grande área irregular.

No vídeo abaixo, veja a confusão na partida e repare no tamanho da "grande" área:

MAIS SOBRE:

futebolfutebol
Comentários