Pastore cede 10 do PSG a Neymar e brasileiros já celebram o hexa; entenda

Jogador argentino diz que mudança é um desejo de 'boas vindas' ao craque brasileiro

Relacionadas

A transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain ainda nem está confirmada, mas o craque brasileiro já sabe até qual camisa vai vestir no novo clube: a 10, cedida pelo argentino Javier Pastore, que já deu as "boas vindas" ao jogador mais caro da história do futebol.

"Quero oferecer minha camisa a Neymar como ato de boas-vindas. Quero se sinta cômodo e feliz desde o primeiro dia. Eu, que sou o primeiro a chegar, quero dar todo o suporte que ele precisa para que todos juntos possamos ganhar a Liga dos Campeões. É um pequeno detalhe, mas para mim foi muito importante tê-la e agora quero lhe dar as boas-vindas com esse pequeno símbolo", disse o meia em entrevista à rádio Cadena Ser, mostrando não se importar de mudar de número.

A camisa 10 de Neymar, aliás, já está à venda em algumas lojas oficiais do clube, que deve pagar ainda nesta semana a quantia de R$ 823 milhões pela contratação do brasileiro.

Se em Paris o momento é de êxtase, em Barcelona, onde Neyamr jogava, sua imagem já foi retirada do entorno do Camp Nou e sua camisa 11 sequer é vendida para os fãs do time espanhol.

 

MUDANÇA PODE INFLUENCIA NA COPA?

Para alguns supersticiosos, a mudança no número da camisa de Neymar também poderá influenciar no desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Isso porque nas duas últimas conquistas do Brasil, o time contava com um jogador que era o camisa 10 do Paris Saint-Germain. Em 1994, esse jogador era Raí e, em em 2002, Ronaldinho Gaúcho. 

 

 

Ele vem. O HEXA!

Uma publicação compartilhada por Esporte Interativo (@esporteinterativo) em

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS SOBRE:

FutebolNeymarParis Saint-GermainLiga dos CampeõesParis [França]Barcelona [Futbol Club Barcelona]futebol
Comentários