Patrocinadora do Flamengo demite funcionário que ironizou post do clube

Comentário feito no Twitter da Buser repercutiu de maneira negativa

Relacionadas

Durante o empate por 1 a 1 entre Flamengo e Grêmio, na última quarta-feira, pelas semifinais da Copa Libertadores, o time rubro-negro foi mencionado em um comentário irônico feito pelo perfil oficial da Buser, aplicativo que patrocina o próprio time carioca, no Twitter.

Na ocasião, o Flamengo fez uma publicação comemorando o gol do meia Éverton Ribeiro, que foi anulado após o VAR marcar um empurrão de Gabigol em Kannemann na origem da jogada. Nos comentários, a Buser reagiu: "Oi", escreveu, em tom irônico.

Após a repercussão do comentário, a empresa emitiu um comunicado oficial nesta quinta-feira pedindo desculpas e informando que demitiu o responsável pela publicação. "Ontem (quarta-feira), alguém mal-intencionado fez um comentário maldoso em um post do Flamengo. A Buser já tomou as medidas cabíveis e esse colaborador não faz mais parte do time. Pedimos perdão à nação Rubro-Negra", escreveu.

Em campo, três gols do Flamengo foram anulados. Após o empate, o time de Jorge Jesus leva a vantagem de ser o mandante e avança com o placar de 0 a 0. Mas igualdades a partir de 2 a 2 são favoráveis ao Grêmio. E novo 1 a 1 leva o duelo aos pênaltis. A equipe que vencer o confronto de volta marcado para 23 de outubro estará classificada à final.

 

MAIS SOBRE:

futebolFlamengoBuserLibertadores [Copa Libertadores da América]
Comentários