Paulo Guedes ironiza Arena Corinthians em fala: 'Ninguém consegue pagar'

Durante discurso em evento sobre economia, Ministro do governo de Bolsonaro critica alvinegro por investimento; clube repudia piada

Relacionadas

A Arena Corinthians virou assunto de um evento de economia durante o fim de semana. E certamente, não da forma que gostaria. Quem falou sobre o estádio do time alvinegro foi ninguém menos que o Ministro da Economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes. Ele ironizou a iniciativa da construção feita em Itaquera, na zona leste de São Paulo, no início dos anos 2010 e concluída em 2014.

Guedes discursava em um seminário chamado 'A Nova Economia Liberal', promovido pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV), na última sexta-feira. Durante sua fala, o economista criticava o modelo econômico adotado pelo Brasil nos governos anteriores, quando decidiu utilizar o estádio para expor seu argumento, comparando com outros países onde, segundo ele, o Estado age com maior firmeza para defender o próprio povo.

"Você sente a presença do Estado lá fora (...) porque os recursos estão na base. No Brasil é ao contrário, os recursos estão no topo. Então se o presidente é Corinthians, surge o estádio do Corinthians. Ninguém consegue pagar aquilo lá", disse Guedes, que arrancou risos da plateia presente no evento.

Em seguida, o economista disparou ainda mais sobre o time alvinegro. Ele afirmou que construção do estádio fez com que o clube conquistasse campeonatos com ajuda da arbitragem. "E o Corinthians começa a ganhar todo Campeonato Brasileiro, porque todo jogo tem um pênalti roubado a favor deles", afirmou.

O Corinthians não gostou da fala do ministro. De acordo com o portal UOL, o clube se pronunciou afirmando que repudia o que Guedes disse. "A ironia ofende 33 milhões de brasileiros corinthianos, entre eles, eleitores do atual governo", salienta.

 

MAIS SOBRE:

futebolCorinthiansArena CorinthiansPaulo Guedes
Comentários