Placar da final do Paulista feminino muda para destacar desigualdade de gênero

Campanha da FPF e agência de publicidade destaca diferença salarial entre homens e mulheres que exercem a mesma função profissional

Relacionadas

0,8 a 0. O primeiro número não é um que se esperaria ver no placar de um jogo de futebol, mas apareceu na transmissão televisiva durante a final do Campeonato Paulista Feminino, entre Corinthians e São Paulo, na manhã deste sábado, 17/11. A mudança foi parte de uma campanha da Federação Paulista de Futebol (FPF) em conjunto com a agência de publicidade BETC/Havas para destacar a desigualdade salarial entre homens e mulheres no Brasil.

Segundo dados recentes do IBGE, as mulheres recebem 20,5% a menos que os homens para o desempenho da mesma função profissional. Assim, a cada gol, o placar mostrou 20% a menos do que seria o correto - 0,8, 1,6 e 2,4.

"Acreditamos que a decisão do Paulista Feminino, que termina com uma visibilidade recorde histórica, é uma oportunidade para questionarmos o fato de que as mulheres ainda têm remuneração menor em relação aos homens no mercado de trabalho. É imprescindível, principalmente nos dias atuais, trazer à tona discussões importantes para o crescimento da nossa sociedade", disse Aline Pellegrino, diretora de Futebol Feminino da FPF.

"Nossa ideia foi fazer com que cada gol tivesse o mesmo valor do salário das mulheres, quando comparado ao dos homens, para jogar luz nessa questão e chamar a atenção para essa desigualdade", afirmou Milena Cabral, que faz parte da equipe criativa da agência BETC/Havas, de onde partiu a iniciativa.

O jogo bateu recorde de público para uma partida de futebol feminino entre clubes no Brasil, com 28.862 pessoas presentes na Arena Corinthians para a segunda partida da final. A vitória foi do Corinthians, que venceu na ida por 1 a 0 e na volta por 3 a 0, gols de Victoria Albuquerque, Juliette e Millene.

MAIS SOBRE:

futebolfutebol femininosaláriomulherCampeonato Paulista de Futebol FemininoCorinthiansSão Paulo Futebol Clube
Comentários