Por agredir árbitro na Colômbia, Osorio é punido com suspensão de dois meses

Comitê Disciplinar do Campeonato Colombiano decidiu punir o técnico do Atlético Nacional

Relacionadas

Se a situação já estava ruim para Juan Carlos Osorio o ao ser expulso por reclamação em uma partida que o time que ele treina,  Atlético Nacional, vencia por 2 a 0, agora o cenário ficou ainda pior: foi decidida a punição dada ao técnico, que ficará longe dos gramados por dois meses.

O motivo dessa suspensão dada pelo Comitê Disciplinar do Campeonato Colombiano não foi apenas a expulsão, mas sim sua atitude ao perceber que levava um cartão vermelho. Inconformado com a expulsão do lateral Juan David Cabral, o treinador reclama, bate boca com o auxiliar e também é expulso, momento em que se descontrola e dá um tapa na mão do árbitro

O técnico, ex-São Paulo e que comandou o México na última Copa do Mundo, também terá que pagar uma multa de 1,6 milhão de pesos colombianos (R$ 1,8 mil) pela "conduta incorreta" com o juiz Jhon Alexander Hinestroza. 

Inicialmente, o técnico tentou explicar que agiu para tentar afastar o braço do árbitro, que ia em direção a ele. Depois, voltou atrás, reconheceu o erro e pediu desculpas às crianças e adolescentes por seu comportamento, que classificou de "desmedido".

O Atlético Nacional poderá recorrer da decisão e tentar diminuir a punição de Osorio. Se a suspensão for mantida, o técnico perderá 11 partidas do Campeonato Colombiano e pelo menos uma da Copa da Colômbia.

MAIS SOBRE:

futebolJuan Carlos OsorioAtlético Nacional
Comentários