Por falta de segurança, Parque São Jorge é interditado pela FPF

Corinthians precisa fazer mudanças no local para ter a liberação da PM e os times da base e feminino voltarem a atuar na antiga casa do profissional

Relacionadas

A Federação Paulista de Futebol anunciou a interdição do estádio Parque São Jorge, localizado dentro da sede social do Corinthians. Segundo a Polícia Militar, o local não oferece segurança para eventos esportivos e o clube já informou que fará os reparos necessários para conseguir a liberação do local.

+ Andrés Sanchez desdenha de lateral que o Corinthians quis no ano passado

+ 'Está de carro?': ao contrário de Aguirre, Roger pede até carona para Carille

+ Internauta recebe ajuda de Luxemburgo e relato viraliza nas redes 

O Corinthians tem utilizado o estádio para a realização de jogos das categorias de base e também do futebol feminino. Com a decisão, o clube mandará suas partidas em estádios pela Grande São Paulo. Arena Barueri e Canindé são alguma das opções. 

A interdição é válida apenas para a área do estádio. O clube social continua funcionando normalmente. Durante as eleições para a presidência, os candidatos ao pleito chegaram a falar da preocupação com o local, que tem se deteriorado nos últimos anos. A ideia de todos era fazer uma grande reforma e transformar o estádio em um local de melhor utilização. A construção de uma arena multiuso era uma das ideias sugeridas, inclusive, pelo atual presidente do clube, Andrés Sanchez.

O Corinthians divulgou uma nota para explicar sobre o assunto. 

"Após receber o relatório do Comando do Segundo Batalhão de Polícia de Choque sobre o Estádio Alfredo Schürig, o Corinthians deu início aos ajustes necessários no local para atender as exigências impostas no documento. Desta forma, as categorias de base e o futebol feminino terão o estádio o quanto antes, podendo receber as partidas em segurança. Até que haja a liberação do local, o Corinthians utilizará estádios na região da Grande São Paulo para os jogos", explicou o clube.

MAIS SOBRE:

FutebolFPF [Federação Paulista de Futebol]CorinthiansAndrés Sanchez
Comentários