Por se sentir mal, Pelé cancela visita à Rússia e é dúvida na abertura da Copa

Ex-jogador é um dos principais convidados para o primeiro jogo do Mundial, entre Rússia e Arábia Saudita

Relacionadas

Pelé cancelou neste domingo uma visita prevista à Rússia para participar de uma conferência na principal universidade do país, o que coloca em xeque a sua presença na partida de abertura da Copa do Mundo, na próxima quinta-feira.

Neymar e Romário agora têm 55 gols pela seleção brasileira, menos para a CBF

Jogadores da seleção brasileira embarcam para a Copa: 'partiu Rússia'

Luxemburgo pode assumir o comando de grande clube europeu

"Pelé não virá (à universidade) porque está se sentindo mal. Tem problemas nas pernas. Antes de terça-feira ficará definido se ele poderá participar da abertura da competição", disse a assessoria de imprensa do Rei.

O único tricampeão do mundo é um dos principais convidados para o primeiro jogo da Copa, entre Rússia e Arábia Saudita, quinta, no estádio Luzhniki, em Moscou. Aos 77 anos, o Atleta do Século se submeteu nos últimos anos a cirurgias de coluna, fêmur e menisco, o que o obrigou a diminuir as aparições públicas.

Admirado pelo presidente Vladimir Putin, Pelé já havia cancelado em março uma visita à Rússia onde seria homenageado antes do amistoso entre a seleção da casa e o Brasil pelos 60 anos de sua estreia em Mundiais. Seu primeiro jogo foi justamente contra a União Soviética de Lev Yashin, em 1958, na Suécia. Pelé tinha 17 anos.

MAIS SOBRE:

FutebolPelé [Edson Arantes do Nascimento]Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]seleção brasileira masculina de futebol
Comentários