Presidente de clube é banido do futebol por beliscar nádegas de árbitro

Além dos beliscões, o presidente beijou o árbitro no rosto e tentou morder sua orelha

Relacionadas

O presidente do CS Sfaxien, time de futebol da Tunísia, Moncef Khemakhem, ganhou uma suspensão perpétua da Federação Tunisiana de Futebol (FTF) por ter beliscado as nádegas de um árbitro assistente.

O caso inusitado aconteceu após a vitória do time de Khemakhen por 3 a 2 sobre o Eoile du Sahel. Depois do jogo, o dirigente foi até o árbitro e o beliscou para, segundo ele, "animá-lo" pela vitória de seu time. Além dos beliscões, o presidente beijou o árbitro no rosto e tentou morder sua orelha.

A FTF informou que, além de estar suspenso por toda a vida de qualquer atividade no futebol do país, o cartola ainda vai ter que pagar uma multa de 12 mil euros por "comportamento perigoso e antidesportivo" e "violação da decência".  

Assista:

 

MAIS SOBRE:

FutebolFutebolTunísia
Comentários