Presidente do Flamengo provoca rival alvinegro: 'Vice é coisa do Vasco'

Eduardo Bandeira de Mello era cotado para ser vice-presidente da chapa de Marina Silva nas eleições deste ano

Relacionadas

Em muitos casos, futebol e política acabam se misturando, muito por conta da popularidade do esporte e do alcance que o mesmo tem na população. Com isso, Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, será mais um dirigente do mundo futebolístico a se aventurar na vida pública ao concorrer ao cargo de deputado federal nas eleições de 2018.

+ FERA ALVIVERDE relembra trajetória de Felipão no comando do Palmeiras

+ Assista! Trote do Liverpool tem novatos no karaokê e Alisson tocando violão

+ Os 20 melhores tuítes de torcedores reagindo a apresentação de Felipão

No entanto, o mandatário rubro-negro poderia concorrer a um cargo ainda maior no pleito que ocorre em outubro: o de vice-presidente. Isso aconteceria caso a candidata Marina Silva, da Rede, não conseguisse alianças para disputar a Presidência da República. Com o acordo com o PV selado, Bandeira de Mello minimizou sua eventual preferência em aspirar pelo maior cargo e aproveitou a deixa para alfinetar um rival carioca.

"Vice é coisa do Vasco", disse o dirigente rubro-negro, brincando com a 'fama' do time alvinegro. "O Flamengo me tornou mais conhecido, claro que ajuda e acho que de certa forma pode ajudar a Marina também", completou Bandeira de Mello, exaltando a importância da popularidade do futebol no País.

O mandato de Bandeira no Flamengo vai até o fim deste ano, o qual deverá cumprir até o fim. A passagem de seis anos do dirigente pelo clube poderá ser selada com o título do Campeonato Brasileiro deste ano, já que a equipe ocupa a ponta da tabela com 34 pontos, dois a frente do São Paulo. Já a distância para o Vasco é um pouco maior, uma vez que a equipe cruzmaltina está na 12.ª posição com 19 pontos.

Em paralelo à boa fase no torneio nacional, o Flamengo ainda tem chances de levantar o caneco pela Copa Libertadores, na qual tem o Cruzeiro pela frente pelas oitavas de final, e também na Copa do Brasil, onde enfrenta o Grêmio pelas quartas de final.

MAIS SOBRE:

futebolPresidência da RepúblicaMarina SilvaPV [Partido Verde]Rede [Rede Sustentabilidade]Campeonato Brasileiro de FutebolVascoFlamengoeleições 2018
Comentários