Presidente turco 'obriga' clube a mudar nome de seu estádio: 'Sou contra arenas'

Decreto de Recep Tayyip Erdogan obrigou que complexos esportivos não tivessem mais

Relacionadas

O Galatasaray decidiu neste sábado pela mudança do nome do estádio do clube, a Türk Telekom Arena, por causa de um decreto do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan. O texto, assinado pelo mandatário do país, ordena a retirada da palavra "arena" de todos os complexos esportivos locais.

Com isso, a denominação oficial da casa do clube de Instambul, passará a ser Complexo Esportivo Ali Sami Yen-Türk Telekom Stadium, conforme veiculou o jornal turco Hurriyet Daily News. De acordo com a publicação, a empresa de telefonia que tem os 'naming rights' do estádio do Galatasaray concordou com a decisão e apoiou a mudança do nome do local.

Na sexta, Recep Tayyip Erdogan anunciou que havia ditado um decreto com a obrigacação da retirada do termo dos nomes de instalações voltadas para o esporte. "Estou contra as arenas. Sabem o que faziam nas arenas, não? As pessoas eram desmembradas por animais", afirmou o presidente turco, em discurso feito em Istambul. A ordem também afetará os estádios de outros clubes do país, como o do Besiktas, que é denominado atualmente de Vodafone Arena.

MAIS SOBRE:

Futebol Galatasaray Istambul Recep Tayyip Erdogan Turquia Futebol
Comentários