Presos escrevem carta e iniciam greve de fome por TV a cabo para a Copa

Presos ainda ameaçam entrar com um pedido de habeas corpus se o problema não for solucionado antes do Mundial

Relacionadas

Um grupo de presos da província de Chubut, na Argentina, escreveram uma carta e iniciaram greve de fome para exigir que os canais de TV a cabo estejam disponíveis para a Copa do Mundo da Rússia.

+ 'Messi é genialidade pura e Cristiano Ronaldo é trabalho puro', diz Felipão

+ Está no clima do Mundial? Use a hashtag #feranacopa e apareça no site

+ Voleio de Zidane é imortalizado em arte de cristal no valor de R$ 174 mil

De acordo com o jornal Olé, o sinal da televisão dos presos caiu há alguns dias e gerou protestos. A carta foi enviada para direção do presídio e o único pedido é o retorno da programação do futebol. Caso contrário, eles não aceitarão as refeições entregues pelo sistema prisional.

Ainda segundo a publicação, a carta afirma que os presos ameaçam entrar com um pedido de habeas corpus se o problema não for solucionado antes da Copa do Mundo.

A Argentina estreia no Mundial no dia 16 de junho. A equipe mede forças contra a Islândia, às 10h (de Brasília), no Estádio Spartak. Depois é a vez de enfrentar a Croácia no dia 21, às 15h. Finalizando a fase de grupos, a seleção joga contra a Nigéria no dia 26, também às 15h. 

Veja a carta:

 

MAIS SOBRE:

FutebolArgentina [América do Sul]Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários