Primeira treinadora mulher na Alemanha se irrita com pergunta de repórter

Imke Wübbenhorst comanda a equipe masculina do BV Cloppenburg

Relacionadas

Já comentamos sobre a primeira mulher a dirigir uma seleção da Itália e a primeira treinadora a comandar um time masculino no Japão, mas nesta quarta-feira o assunto está em outro país: na Alemanha. Imke Wübbenhorst foi pioneira por lá, ao se tornar a primeira mulher a treinar um time masculino nas cinco primeiras divisões do país.

Técnica do BV Cloppenburg, time da quinta divisão, Imke se irritou na coletiva de imprensa com uma pergunta feita por um repórter do jornal Die Welt. O jornalista questionou a treinadora se ela dá algum tipo de sinal antes de entrar no vestiário do time para que os jogadores se vistam.

"Claro que não. Eu sou uma profissional. Eu escalo meu time de acordo com o tamanho do pênis", respondeu, irônica. Imke assumiu o comando do clube no fim do ano passado, após o técnico Olaf Blanke pedir demissão. A ex-jogadora, que atuou como profissional até 2016, era da comissão técnica e assumiu o cargo.

A missão de Imke é difícil: o BV Cloppenburg está na lanterna de seu grupo na Oberliga, a quinta divisão alemã, com apenas 16 pontos em 18 jogos disputados. Ao menos ainda faltam 16 partidas e tempo suficiente para que a treinadora recupere a equipe da cidade localizada na região da Baixa-Saxônia.

 

MAIS SOBRE:

futebolAlemanha [Europa]mulherImke Wübbenhorst
Comentários