Puyol pede que Arthur não seja comparado a Xavi e apoia Philippe Coutinho

Ídolo do Barcelona comenta sobre diversas questões do time atual e diz que Piqué é o melhor zagueiro do mundo

Relacionadas

Um dos maiores ídolos da história do Barcelona, Puyol concedeu entrevista ao jornal Marca e comentou sobre a situação de diversos atletas do elenco azul e grená, além de avaliar o estilo de jogo apresentado pelo time sob o comando de Ernesto Valverde.

Puyol falou sobre a situação de dois brasileiros, Arthur e Philippe Coutinho. “Ele tem 22 anos e está demonstrando uma personalidade enorme, qualidades similares... Mas o comparar com Xavi são palavras maiores. Estamos falando de um dos melhores meio-campistas da história. Tem que ir passo a passo, deixar Arthur trabalhar e parabenizá-lo por como está jogando. Que se fixe em Xavi, veja vídeos e aprenda com ele”, comentou sobre o jogador revelado sobre o Grêmio.

Por sua vez, Coutinho passa por má fase no clube e tem sido envolvido em boatos de transferência, mas Puyol acredita no potencial do brasileiro. “Creio que é um problema de confiança, porque ele tem as qualidades. Já demonstrou em outras equipes, inclusive no Barcelona quando chegou. Precisa de confiança”, afirmou.

Em relação ao estilo de jogo da equipe, Puyol disse que não vê problemas. “Acredito que o Barcelona tenta jogar, ter posse e dominar as partidas. Mas nem sempre se consegue. Se comparar com o Barcelona que eu tive a sorte de viver, que tinha Xavi, Iniesta... É difícil que voltemos a ver um jogo assim, mas a ideia e a filosofia seguem presentes. Tentam fazer o mesmo futebol, mas não é fácil”, respondeu.

Puyol ainda fez questão de elogiar Piqué, que era seu companheiro de zaga nos últimos anos de Barcelona. “Piqué era melhor que eu. É o melhor zagueiro do mundo, mas somos diferentes. Ele é chave para o Barcelona em tudo o que faz, sua liderança, sua competitividade... É um fenômeno e um grande amigo”, relatou.

Puyol atuou a carreira inteira no Barcelona, entre 1999 e 2014, período em que foi tricampeão da Liga dos Campeões e venceu seis campeonatos espanhóis e duas Copas do Rei. Pela seleção espanhola, ganhou a Eurocopa em 2010 e a Copa do Mundo em 2010.

MAIS SOBRE:

futebolPuyolBarcelona [Futbol Club Barcelona]Arthur [jogador]Philippe Coutinho
Comentários