Quase 30% das partidas da Liga dos Campeões não tiveram competitividade

Disputas que terminam com uma diferença de três gols ou mais têm aumentado

Relacionadas

Quase um terço das partidas da temporada atual da Liga dos Campeões não teve competitividade, terminando com uma diferença de três gols ou mais, de acordo com um estudo de um instituto sediado na Suíça.

Presidente do Olympiacos se irrita, dá férias a jogadores e aposta na base

Dono de clube inglês admite pagar McDonald's aos jogadores em caso de vitória

Lutador de MMA é assassinado na frente da esposa e do filho em Belém

O Observatório de Futebol CIES analisou resultados de 29 competições europeias - 27 ligas domésticas mais a Liga dos Campeões e a Liga Europa- e descobriu que o número de jogos "muito desiguais" aumentou em 20 delas em relação à temporada anterior.  

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, disse que a falta de equilíbrio competitivo é o maior problema enfrentando pelo futebol entre os clubes europeus. "Esta análise revela a tendência geral para um desequilíbrio competitivo no futebol europeu", disse.

A Liga dos Campeões, que é seu carro-chefe, vem sendo cada vez mais dominada por um punhado de times de elite, enquanto os campeonatos nacionais se tornaram disputas de um só concorrente - vide a liga alemã, na qual o Bayern de Munique ruma para seu sexto título consecutivo. O estudo do CIES disse que foi a Liga dos Campeões que teve a maior incidência de jogos que terminaram com uma diferença de três gols ou mais: 29,5 por cento, ante 21 por cento no mesmo momento da última temporada

Quartas de final

Hoje o Sevilla encara o Bayer e o Juventus pega o Real Madrid. Amanhã (4) os jogos das quartas de final são: Liverpool contra o City, Barcelona e Roma. Todas as partidas acontecem às 15h45 do horário de Brasília. Saiba onde assistir clicando aqui

MAIS SOBRE:

FutebolLiga dos CampeõesLiga Europa
Comentários