Real Madrid quer contratar Alisson, goleiro da seleção, diz jornal

Diários europeus informam que time espanhol pode pagar R$ 242 milhões para tirar Alisson da Roma; Liverpool também estaria interessado

Relacionadas

O ótimo desempenho do goleiro Alisson, titular da seleção brasileira e da Roma, tem despertado interesse de grandes equipes da Europa, como o Real Madrid e o Liverpool. Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, as boas atuações de Alisson chamaram a atenção do time merengue, que busca um goleiro de nome para substituir o costarriquenho Keylor Navas, no time desde 2014.  

Neto critica convocação de Ismaily, do Shakthar: 'eu falo que tem coisa errada'

Sem nunca ter defendido o Brasil, Victor Luis pode ser convocado pela Lituânia

Alemanha de verde, Argentina de preto: veja outros uniformes reservas

O espanhol De Gea, do Manchester United, e o belga Thibaut Courtois, do Chelsea, estiveram na mira, mas as contratações foram descartadas. Um dos principais pontos positivos do goleiro brasileiro, segundo o jornal, é a capacidade de jogar bem com os pés. O caráter do jogador e a relação custo-benefício também contariam a favor. 

O jornal italiano Corriere dello Sport afirma que o Real Madrid pode oferecer 60 milhões de euros (R$ 242 milhões) ao time italiano, que Alisson defende desde 2016, configurando a transferência mais cara de um goleiro na história. A Roma comprou o jogador do Internacional em 2016 por 7,5 milhões de euros, com contrato até 2021. Atualmente, a contratação mais cara foi a do também brasileiro Éderson, do Sporting para o Manchester City (R$ 158 milhões). 

A ideia do Real Madrid é comprar um jogador não tão caro para a posição e investir mais alto em um atacante ou meia de peso como o belga Eden Hazard (Chelsea), o polonês Robert Lewadowski (Bayern de Munique) ou o inglês Harry Kane (Tottenham). 

O jornal inglês Mirror cita também a possibilidade de Alisson ir para o Liverpool, que estaria disposto a oferecer 70 milhões de libras pelo goleiro (R$ 320 milhões). Perguntado sobre seu nome em grandes clubes, Alisson diz ficar feliz, mas afirma "estar focado na Roma". 

MAIS SOBRE:

futebolseleção brasileira masculina de futebolfutebol
Comentários