Real volta atrás e deve aumentar salário de Cristiano Ronaldo, diz jornal

Clube merengue deve renegociar os valores no fim desta temporada

Relacionadas

Apesar do começo de temporada difícil, Cristiano Ronaldo reverteu a situação com estilo e fez com que o Real Madrid voltasse atrás na decisão de não dar um aumento salarial ao craque português. De acordo com o jornal espanhol Marca, o clube merengue deve renegociar os valores no fim da temporada, podendo chegar a € 30 milhões anuais (R$ 121,8 milhões).

Palmeirenses organizam tuitaço contra Globo e chegam aos trending topics

Vídeo: jogador da NFL é preso nu após tentar se suicidar na Califórnia

Investigado: Ibrahimovic pode ser punido por ligação com casa de apostas

A publicação afirma que a diretoria prometeu um novo salário a Cristiano após a conquista da Liga dos Campeões, em maio do ano passado. No entanto, no começo da atual temporada, os dirigentes voltaram atrás. Os motivos apontados para a desistência foi a idade do atleta, hoje com 33 anos, e a projeção de comprar um novo astro - que poderia ser Neymar.

O jornal revela que CR7 "se sentiu traído", ainda mais quando veio à tona a renovação de Lionel Messi com o Barcelona, passando a ganhar cerca de € 45 milhões anuais (R$ 182,7 milhões), e a contratação de Neymar pelo Paris Saint-Germain, com um salário de € 35 milhões (R$ 142,2 milhões). 

Cristiano, então, preferiu responder em campo, como destaca a publicação. Na atual temporada, CR7 já tem números bastante expressivos. De janeiro pra cá o português balançou as redes 21 vezes em 13 oportunidades. Nas últimas oito partidas consecutivas o ídolo português marcou gols. 

MAIS SOBRE:

FutebolCristiano RonaldoReal Madrid Club de FutbolsalárioLiga dos Campeões
Comentários