Relembre casos recentes de racismo em torneios europeus

Romelu Lukaku ouviu torcedores imitarem sons de macaco para provocá-lo e insultá-lo

Relacionadas

O atacante Romelu Lukaku foi vítima de racismo por parte dos torcedores do Cagliari após marcar, cobrando um pênalti, o gol que garantiu a vitória da Inter de Milão, por 2 a 1, no último domingo, pelo Campeonato Italiano. Logo após o episódio, o jogador se manifestou publicamente sobre o caso.

Lukaku cobrou ações dos dirigentes no combate a este tipo de problema e também aproveitou para pedir para outros jogadores "unirem-se e tomar posição" para ajudar a coibir esta prática condenável dentro do futebol. Mas Lukaku não está sozinho nessa! Você lembra de outros casos recentes de racismo em torneios europeus?

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Romelu Lukaku (@romelulukaku) em

Antes do astro belga, que ouviu torcedores imitarem sons de macaco para provocá-lo e insultá-lo, o atacante italiano Moise Kean, hoje jogador do Everton, foi vítima de racismo praticado por torcedores do Cagliari quando atuava pela Juventus na temporada passada. O mesmo ocorreu com o volante francês Blaise Matuidi, atleta da equipe de Turim.

No mês passado, o francês Paul Pogba, do Manchester United, foi alvo de gritos racistas da torcida do seu próprio time após desperdiçar um pênalti em partida contra o Wolverhampton.

Os atacantes Marcus Rashford, também do United, e Tammy Abraham, do Chelsea, foram alvos de insultos da mesma natureza nesta temporada europeia. O defensor francês Kurt Zouma, de cor negra da mesma forma, foi outro a ser vítima de manifestações racistas.

 

MAIS SOBRE:

futebolRomelu Lukakuracismo
Comentários