Relembre os confrontos entre Brasil e França no futebol feminino

Foram oito embates, sete deles em amistosos, com três vitórias francesas e cinco empates

Relacionadas

Brasil e França fazem hoje o jogo mais importante da história do confronto no futebol feminino: as duas seleções jogam nas oitavas de final da Copa do Mundo 2019, sediada justamente na França. E jogadoras verde e amarelas buscam a primeira vitória sobre as francesas.

Brasil e França já se enfrentaram numa Copa do Mundo, a de 2003, mas na fase de grupos. Neste, que foi o primeiro confronto entre as duas seleções, empate em 1 a 1, com gol de Kátia Cilene para o Brasil e Pichon para as francesas. Com esse resultado, o Brasil avançou para as quartas de final da Copa (na época eram apenas 16 participantes), onde enfrentou a Suécia e acabou perdendo por 2 a 1.

O reencontro aconteceu apenas em 2013, em dois amistosos. O primeiro acabou em 2 a 2, com gols de Giovânia, foi disputado em Rouen. Na segunda, em Nancy, outro empate em 1 a 1, sendo que o gol do Brasil foi contra.

Em 2014, mais dois amistosos. O primeiro aconteceu na Guiana Francesa e marcou a estreia de Vadão na seleção feminina: empate por 0 a 0. No final do ano, nova partida e a primeira vez que algum dos times ganhou: vitória francesa por 2 a 0.

Outro jogo amigável aconteceu em 2015, e nova vitória francesa, dessa vez por 2 a 1 - Poliana fez o do Brasil. Este foi realizado em Le Havre, mesmo local onde será disputado o jogo desta Copa de 2019.

Em 2016, a partida foi em Grenoble, no primeiro confronto brasileiro depois da Olimpíada do Rio de Janeiro, em que ficou no quarto lugar. Em pouco mais de um minuto, as francesas fizeram 1 a 0, mas Marta empatou com um golaço por cobertura. Placar final, 1 a 1.

Já o último embate ocorreu alguns meses antes da Copa de 2018. Em Nice, a França venceu por 3 a 1. Cascarino abriu o placar para as francesas, Bussaglia aumentou e Renard fez o terceiro. O Brasil descontou com Darlene.

A França é considerada uma das favoritas para o título, tanto pela qualidade da equipe quanto por jogar em casa. O Brasil, por sua vez, tenta crescer no torneio e reverter as desconfianças para buscar o primeiro troféu da Copa do Mundo Feminina.

MAIS SOBRE:

futebol femininoseleção brasileira feminina de futebolseleção francesa feminina de futebolCopa do Mundo 2019 França [futebol feminino]
Comentários