Remo e Paysandu se unem em ação por reconhecimento de paternidade

Sedes dos times do Pará receberão atendimentos a homens que queiram fazer exame de DNA ou reconhecer voluntariamente

Relacionadas

Depois do Bahia fazer uma campanha para que mais homens reconhecessem a paternidade de seus filhos, Remo e Paysandu seguiram o exemplo: os dois rivais se juntaram à Defensoria Pública do Estado do Pará neste tema.

O Remo e o Paysandu promoverão atendimentos a homens que queiram reconhecer a paternidade de uma criança voluntariamente ou fazer exames de DNA nas sedes dos dois clubes nos dias 26, 27 e 28 de agosto. 

O Remo publicou um vídeo para acompanhar a campanha, ressaltando como é bom ter a presença do pai nas vidas dos filhos, em especial no futebol. No entanto, 5,5 milhões de crianças brasileiras não tem o nome do pai no registro de identidade. Confira.

A ação se assemelha a uma realizada pelo Bahia entre os dias 5 e 11 deste mês de agosto: o tricolor abriu sua loja oficial dentro da Arena Fonte Nova para que exames de DNA fossem feitos. E os resultados foram positivos, segundo o clube: em Salvador, 190 exames do tipo haviam sido feitos desde 1º de janeiro de 2019 até o começo da campanha, enquanto naquela semana foram feitos 90 apenas na loja.

MAIS SOBRE:

futebolClube do RemoPaysandu Esporte Clubepaternidade
Comentários