Repórter é vítima de cântico machista durante jogo na Itália e reage; assista

Diletta Leotta, do DAZN, ouviu gritos para 'mostrar o seios' durante o confronto entre Napoli e Brescia

Relacionadas

Depois episódios recentes de racismo no futebol italiano, agora os torcedores entraram no noticiário esportivo por conta do machismo. Desta vez, o alvo foi a jornalista Diletta Leotta, famosa repórter do DAZN no país.

Diletta Leotta ouviu gritos para "mostrar o seios" durante o confronto entre Napoli e Brescia, no estádio San Paolo, enquanto caminhava na beira do gramado. No momento, ela reagiu com fez sinal negativo para responder os torcedores. Assista:

Nas redes sociais, o vídeo da jornalista ganhou repercussão. Diversos internautas criticaram a ação dos torcedores e pediram respeito. "Espero que você esteja bem. s autoridades italianas precisam parar o racismo e o desrespeito às mulheres", escreveu um dos fãs.

Aos 28 anos, Diletta Leotta trabalha há quase dez anos na TV. Antes de ser contratada pelo DAZN, ela passou por uma das maiores emissoras do país, a Sky Sports.

Em campo, e equipe do Napoli venceu a partida 2 a 1. Com o resultado, o time de Nápoles sobe para o quarto lugar na tabela do Campeonato Italiano, com 12 pontos, a seis da líder Inter de Milão. O Brescia amargou o segundo revés seguido e ocupa o 13º lugar, com seis pontos.

 

MAIS SOBRE:

futebolDiletta LeottaCampeonato Italiano de Futebolcrime sexual [Assédio Ato libidinoso Corrupção de menor Estupro]jornalismo
Comentários