Revivendo antigo debate, Obina diz que não jogou tão bem quanto Eto'o

Atacante também afirma que faria muitos gols se jogasse no time atual do Flamengo

Relacionadas

Um dos jogadores mais folclóricos do futebol brasileiro, o atacante Obina agora curte sua aposentadoria, anunciada no final do ano passado. Agora empresário no ramo da construção, o ex-atleta deu uma entrevista ao site globoesporte.com em que falou sobre a antiga música do Flamengo, que dizia que ele era melhor que o camaronês Eto'o, e deu sua opinião no debate.

"Não, não, Eto'o foi melhor. Teve uma grande carreira lá na Europa pelo Barcelona. No início, quando ouvi pela primeira vez no estádio, eu até nem queria que o canto pegasse. Mas aí eu comecei a fazer muitos gols e não teve jeito, era o Maracanã lotado gritando que eu era melhor que Eto'o. Até hoje, isso é o que mais escuto na rua", disse o atacante.

Vale lembrar que, quando esteve no Brasil para a Copa do Mundo de 2014, Eto'o disse o contrário. O camaronês foi perguntando quem era melhor dentre ele e o argentino Lionel Messi, e respondeu 'Obina' no mesmo momento. Em 2015, o ex-jogador do Barcelona voltou ao Brasil participar de um clássico amistoso entre Comercial e Botafogo, de Ribeirão Preto, e repetiu que o brasileiro era melhor.

Obina foi revelado pelo Vitória e passou por Palmeiras e Atlético-MG, mas marcou época mesmo foi no Flamengo. E acredita que, com o time atual do rubro-negro, faria ainda mais gols. "Hoje o Flamengo tem uma grande estrutura, tem jogadores de muita qualidade. Na minha época tinha também, mas não tinha o conforto que se tem hoje. Se eu estivesse por lá hoje, com o físico e a idade daquela época, toda hora recebendo passes de cara como Éverton Ribeiro, tenho certeza que faria mais gols. O trabalho seria mais em driblar o goleiro", brincou na entrevista.

Comparações à parte, Obina diz estar feliz com o clube se reestruturando e voltando a disputar títulos. "O Flamengo foi um lugar que alavancou a minha carreira profissional. Sendo que passei por outros grandes clubes. Tive momentos bons em Palmeiras, Atlético Mineiro e Vitória. Mas o Flamengo foi o time que me deu mais visualização, eu tenho um prazer enorme de falar de Flamengo. É um time que eu gosto. E, quando a gente vê que o clube está crescendo, se estruturando, a gente fica ainda mais orgulhoso", relembrou Obina.

No Flamengo, Obina foi tricampeão carioca e venceu uma Copa do Brasil, em cima do arquirrival, o Vasco. Por ter fama de 'predestinado', fazendo gols em momentos decisivos, Obina ganhou o cântico que dizia que ele jogava mais Eto'o, na época um dos melhores atacantes do mundo.

MAIS SOBRE:

futebolObinaFlamengoSamuel Eto'o
Comentários