Ronaldinho Gaúcho admite: 'Sabia que Messi era melhor que eu'

Craque negou qualquer atrito com o argentino e disse que sempre tentou ser uma boa influência para o colega

Relacionadas

O craque Ronaldinho Gaúcho, ex-astro do Barcelona e da seleção, admitiu esta semana que sabia que Lionel Messi seria melhor jogador que ele, além de ter negado que teve problemas com o argentino. "Morávamos na mesma rua, e eu tinha um ótimo relacionamento com ele e sua família. Mesmo naquela época eu sabia que ele era um jogador melhor que eu", explicou em entrevista à revista inglesa FourFourTwo

+ São Paulo x Corinthians registra maior Ibope nos últimos 12 anos

+ Cristiano Ronaldo fica indignado após fãs invadirem campo; assista

+ Romero cria perfil com irmão gêmeo no Instagram e confunde torcedores

Ronaldinho disse, ainda, que queria ajudar Messi no início da carreira assim como Ronaldo o havia apoiado. "Sempre tentei ser uma boa influência para ele", disse. Sobre sua saída da equipe, em 2008, Ronaldinho admitiu que queria conhecer outra equipe, em especial uma importante como o Milan.

"Eu queria seguir os passos de Frank Rijkaard, que era meu treinador e me disse boas coisas sobre o Milan. Eu tinha outras opções, mas queria jogar pelo Milan".

Ronaldinho começou sua carreira no Grêmio, em 1998, onde permaneceu até 2001, com 75 gols em 145 partidas. Negociado com o Paris Saint-Germain, ficou três anos na equipe em que virou ídolo, com 25 gol sem 77 partidas. O auge da carreira veio no Barcelona, onde esteve de 2003 a 2008, com 108 gols em 249 aparições, e títulos do campeonato espanhol e da Liga dos Campeões. 

Passou ainda por Milan entre 2008 e 2010, pelo Flamengo, entre 2011 e 2012, e pelo Atlético-MG, onde viveu os últimos melhores momentos de sua carreira. Sua atuação ajudou o Atlético a conquistar a Libertadores em 2013. Na seleção brasileira, atuou em 100 partidas com 34 gols, e foi campeão do mundo em 2002. 

MAIS SOBRE:

futebolRonaldinho Gaúcho
Comentários