Ronaldo é processado por vizinha por tentativa de reforma em cobertura

Ex-jogador gastou cerca de R$ 470 mil para tentar construir uma piscina de vidro

Relacionadas

A ideia de Ronaldo era reformar a cobertura de um prédio que possui no bairro dos Jardins, em São Paulo. Porém, a obra não foi finalizada por conta de um processo de sua vizinha.

+ Aniversariante, Bebeto recebe homenagens de jogadores e ex-clubes

+ Com trilha de novela, Denílson tira cavanhaque ao vivo e internet não perdoa

+ Puma responde palmeirenses e anima a torcida no Twitter; acompanhe

De acordo com o processo relevado pelo BuzzFeed News, a vizinha do ex-jogador alega que a reforma iniciada em 2011 causou "barulho e tremores, inundação de seu imóvel lhe ocasionando dano material de grande monta, perfuração e abertura de três buracos na laje onde situada a cozinha deixando-a a céu aberto."

Em sua defesa, Ronaldo afirma que "por conta do embargo da obra (...) não teve como proceder a providências urgentes referentes às infiltrações de água e demais reparos" e que "a paralisação das obras se mostrou mais prejudicial às partes."

Em primeira instância, Ronaldo foi condenado a pagar R$ 240 mil como indenização, R$ 38 mil para consertos e mais R$ 3 mil para "sessões de tratamento psicanalítico ao longo de 4 meses em virtude da perturbação sofrida". 

Ainda de acordo com a publicação do BuzzFeed News, Ronaldo é dono do apartamento desde que jogava no Corinthians. Em 2011 contratou uma empresa, por R$ 470 mil, para tocar o projeto que deveria construir uma piscina de vidro. A vizinha afirma que ele mexeu na estrutura do prédio retirando pilares e vigas.

O processo continua em andamento e em 2017 os advogados de Ronaldo alegaram que a vizinha deseja enriquecer às suas custas do ex-jogador.

MAIS SOBRE:

futebol
Comentários