Santistas e não-santistas reclamam de punição da Conmebol por caso Sánchez

Torcedores do Inter, Corinthians, Palmeiras, Vasco, São Paulo e Flamengo se manifestaram contra a entidade

Relacionadas

A Conmebol anunciou nesta terça-feira de manhã, dia do jogo de volta, que o Santos foi punido com placar desfavorável de 3 a 0 na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, em Avellaneda, contra o Independiente, em função da escalação irregular do meio-campista Carlos Sánchez. 

Além disso, o jogador uruguaio está suspenso do duelo de volta, que acontece nesta terça-feira, às 19h30, no Pacaembu. Com a punição, o Santos precisará vencer por quatro gols de diferença o confronto de volta - triunfo por 3 a 0 leva o duelo aos pênaltis.

Após o anúncio da punição, diversas manifestações contra a Conmebol começaram a serem postas nas redes sociais. Torcedores do Santos e de outros clubes brasileiros demonstram apoio ao clube, torcendo para reverterem o placar, e criticam o tratamento desigual entre times brasileiros e argentinos.

Torcedores do Inter, Corinthians, Palmeiras, Vasco, São Paulo e Flamengo são alguns dos que se manifestaram. Outros, ainda, sugerem que o Santos não entre em campo para demonstrar insatisfação com a punição e uma união de todos os clubes brasileiros contra a entidade.

Internautas também relembram o caso vivido pelo River Plate com o volante Bruno Zuculini, jogador que atuou de forma irregular em todas as sete partidas do clube argentino nesta Libertadores, além das constantes manifestações preconceituosas de torcedores argentinos contra brasileiros em partidas pelo mesmo torneio. 

 

MAIS SOBRE:

FutebolIndependientefutebolSantos Futebol ClubeConmebolLibertadores [Copa Libertadores da América]
Comentários