Jorge Jesus: 'Se o Flamengo tivesse 27 jogos e o Liverpool 80, ganharíamos'

Técnico português demonstra orgulho pela atuação do Flamengo na final do Mundial de Clubes

Relacionadas

A final do Mundial de Clubes poderia ter um resultado diferente se não fosse a diferença física entre as equipes. Ao menos é nisso que acredita o técnico do Flamengo, Jorge Jesus, que teve sua equipe derrotada pelo Liverpool por 1 a 0.

"Conseguimos controlar ao máximo aquela equipe do Liverpool, sabendo que uma equipe tinha 80 jogos e a outra tinha 27. Se nós tivéssemos 27 e eles 80, seríamos nós os campeões do mundo. Pesou no prolongamento, como é óbvio", afirmou Jesus em entrevista ao jornal português Record.

"Não pode parar uma equipe quando só olha para a tua organização defensiva. Tem de parar uma equipe quando ataca, não é ao contrário. É verdade que o Liverpool teve mais chances na cara do goleiro, mas sabíamos quem eram os jogadores que individualmente têm influência na equipe do Liverpool, como poderíamos ‘tirá-los’ do campo", comentou, sobre a final.

No entanto, Jesus demonstrou orgulho pela atuação de sua equipe na decisão. "(As pessoas) Viram a final e perguntam ‘quem é melhor?’. O Flamengo esteve no mesmo patamar que o Liverpool. Ali não se distinguiu quem era o melhor, foram duas grandes equipes. E o Flamengo é uma das grandes equipes do mundo", disse.

O Liverpool venceu o Flamengo por 1 a 0, com gol de roberto Firmino na prorrogação. Pela diferença de calendários entre o Brasil e a Europa, o time carioca estava em final de temporada, enquanto os ingleses estão no meio dela - embora estejam em uma sequência de mais de um jogo por semana desde o final de novembro.

MAIS SOBRE:

futebolJorge JesusFlamengoLiverpool Football ClubMundial de Clubes
Comentários