Seis em cada dez torcedores do Barça rejeitam a volta de Neymar, diz jornal

Enquete do diário espanhol Mundo Deportivo mostra que torcedores do time catalão não esqueceram a 'traição' do brasileiro

Relacionadas

Uma grande parta da torcida do Barcelona não gostaria de ver o atacante brasileiro Neymar de volta à equipe, segundo uma enquete publicada pelo jornal espanhol Mundo Deportivo neste sábado. A pesquisa teve participação de quase 25 mil pessoas indicou que 67% dos torcedores do time catalão não aprovariam a volta do craque brasileiro à equipe, que defendeu entre 2013 e 2017. 

+ Inusitado: Sérgio Ramos sai no meio do jogo para ir ao banheiro

+ Homenagem na Itália: Times usarão camisas com mensagem a Astori

+ Revista elege os dez melhores goleiros do século 21

Segundo o Mundo Deportivo, a razão é que muitos torcedores do Barcelona não esqueceram "a traição" do brasileiro. O jornal madrilenho AS, por sua vez, repercutiu a resposta de Zidane, técnico do Real Madrid, abrindo as portas do time para o brasileiro. "O Neymar teria lugar em qualquer equipe", afirmou, quando perguntado se haveria espaço para o craque brasileiro no time. 

De acordo com o AS, representantes do Real, o pai de Neymar e dois advogados se reuniram em Paris para discutir uma possível transferência recentemente. No encontro, a equipe espanhola teria demonstrado interesse em contar com o atacante e deixado clara a intenção de pagar os 400 milhões de euros para convencer o PSG a liberar o brasileiro.

O AS relembra que o Real investiu "pouco" nos últimos anos. Os maiores investimentos foram o galês Gareth Bale, que custou 101 milhões de euros em 2013, e o colombiano James Rodríguez, comprado por 75 milhões em 2014. Os últimos contratados com valor de destaque foram o lateral brasileiro Danilo, o volante croata Kovacic, o atacante espanhol Álvaro Morata e o lateral francês Theo, todos com transferências na casa dos 30 milhões de euros. 

Neymar segue se recuperando de uma operação no início de março para tratar da fratura ocorrida no duelo entre PSG e Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês. O principal jogador do País não estará com a seleção nos dois jogos preparatórios marcados para o mês que vem, diante de Rússia e Alemanha. Mesmo assim, deverá estar em condições para o Mundial que começa no dia 14 de junho - o Brasil estreia dia 17, contra a Suíça. 

MAIS SOBRE:

futebol Neymar
Comentários