Seleção saudita é criticada por postura em homenagem a vítimas de Londres

Jogadores árabes não se perfilaram no círculo central durante minuto de silêncio antes da partida contra a Austrália

Relacionadas

Antes da partida entre Austrália e Arábia Saudita, pelas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo, o time árabe causou polêmica por não se enfileirar no círculo central durante o minuto de silêncio em respeito às vítimas do atentado em Londres, no último sábado, 3. Ao contrário, os jogadores ficaram espalhados pelo campo, como quando ficam à espera do apito inicial. 

Diante disso, a torcida australiana aviou o time visitante no estádio Adelaide Oval, na cidade de Adelaide, no sul do país. 

Após a partida, vencida pelos mandantes por 3 a 2, um porta-voz da federação australiana explicou que os sauditas sabiam e haviam concordado com a homenagem. No entanto, eles não possuem a cultura de se enfileirarem no círculo central, prestando respeito de outra maneira. 

 

 

"A Federação Australiana de Futebol (FFA, na sigla em inglês) procurou acordo da Confederação Asiática de Futebol (AFC, na sigla em inglês) e da seleção saudita para prestar um minuto de silêncio em memória das vítimas do atentado terrorista de sábado, em Londres, em particular de duas mulheres australianas. Tanto a AFC quanto a seleção saudita concordaram que o minuto de silêncio poderia ser realizado", declarou o porta-voz, como citado pelo jornal australiano news.com.au

No entanto, "a FFA foi avisada depois pelos representantes da seleção da Arábia Saudita que essa tradição não condiz com a cultura deles e que eles iriam ficar do lado deles do gramado e respeitar nosso costume enquanto tomavam suas próprias posições no campo", completou. 

Além da desaprovação do ato, torcedores australianos ainda relataram que os torcedores da Arábia Saudita presentes ao estádio cantaram durante o minuto de silêncio. 

 

 

"Desrespeitoso dos torcedores sauidtas. Fizeram barulho o tempo todo ruante o momento de silêncio."

"Eles vêm de uma cultura diferente. Eles apenas não entendem a razão de ficar em silêncio por um minuto para mostrar pesar. Nunca fazemos isso na Arábia Saudita."

 

 

"Minuto de silêncio pelo terror em Londres, jogadores sauditas andando como se dessem a mínima, torcedores sauditas gritando o tempo todo."

MAIS SOBRE:

futebolaustráliaarabia sauditaAustrália
Comentários