Simeone explica gesto obsceno durante comemoração de gol

Técnico foi à loucura após o primeiro tento do Atlético de Madrid na vitória por 2 a 0 sobre a Juventus

Relacionadas

A comemoração do técnico Diego Simeone após o primeiro gol Atlético de Madrid na vitória por 2 a 0 sobre a Juventus, nesta quarta-feira, no estádio Wanda Metropolitano, gerou repercussão. O treinador foi à loucura e fez um gesto obsceno que, segundo ele, representa a coragem que teve para escalar Koke e Diego Costa.

"Foi o que eu senti naquele momento. Precisa ter colhões para pôr Koke e Diego Costa após mais de um mês que não jogavam. Eu os escalei e deu certo", disse Simeone em entrevista após a partida válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Koke ficou afastado dos gramados por 32 dias devido a uma lesão na coxa direita. Já Diego Costa, desfalcou a equipe por dois meses e meio depois de ter passado por cirurgia no quinto metatarso do pé esquerdo.

Em campo, o time de Diego Simeone abriu o placar aos 32 minutos do segundo tempo depois de ter três gols anulados pelo VAR (árbitro de vídeo). O lance começou com uma cobrança de escanteio pela esquerda, a bola ficou viva na área da Juventus e o zagueiro Giménez chutou de direita para abrir a contagem. O segundo tento foi marcado por Godín.

Com o resultado da partida, o Atlético de Madrid leva uma boa vantagem para o confronto da volta, marcado para o dia 12 de março, no Juventus Stadium, em Turim, na Itália, para passar às quartas de final da competição.

 

MAIS SOBRE:

futebolAtlético de MadridJuventus de TurimDiego SimeoneLiga dos Campeões
Comentários