Sobrevivente da Chape envia vídeo para jogador que foi espancado

Alan Ruschel se solidarizou com o drama de Rafael Amoroso; os dois jogaram juntos no Juventude

O lateral Alan Ruschel, sobrevivente da tragédia aérea com o elenco da Chapecoense, no final do ano passado, ficou comovido com o estado de saúde do atacante Rafael Amoroso e enviou uma mensagem de vídeo à família do jogador. Amoroso foi espancado por 15 pessoas no último final de semana e está em estado grave no Hospital das Clínicas. Alan e Amoroso jogaram juntos no Juventude em 2010.

"Foi ele que me contou o que havia acontecido e decidiu mandar uma mensagem para a família. Eles jogaram juntos. Ele disse: 'esse mundo está perdido'", conta Marina Ruschel, noiva do jogador da Chapecoense.

Amoroso foi agredido por um grupo de 15 pessoas após recuperar a bolsa de uma amiga, que havia sido assaltada no desfile de blocos de carnaval na região do Largo da Batata, em São Paulo, no último sábado. Três amigos que o acompanhavam também sofreram atos de violência. Amoroso foi submetido a duas cirurgias para retirada de coágulos no cérebro e está em coma induzido. A expectativa é de que consiga respirar sem aparelhos, mas ainda não há previsão para saída do coma.

Revelado pelo São Caetano, o jogador de 27 anos atuou em diversos clubes, inclusive no Palmeiras B, Oeste, Volta Redonda, entre outros. Atualmente, está procurando uma equipe para atuar. O Juventus, o último pelo qual atuou, divulgou mensagens de apoio em sua página oficial no Facebook com os dizeres "Força, Amoroso!". 

MAIS SOBRE:

FutebolAlanChapecoenseHospital das ClínicasJuventudeAmorosoLargo da BatataSão PauloFacebook
Comentários