Sorín surpreende telespectadores e anuncia saída da ESPN Brasil

Ex-jogador e emissora não entraram acordo nos termos da renovação de contrato

Relacionadas

Nos minutos finais do "Resenha ESPN" deste domingo, 20, Juan Pablo Sorín anunciou que, após cinco anos de parceria, deixará a ESPN Brasil. Segundo o Blog do Menon, no UOL Esporte, a fala do argentino pegou até a própria emissora de surpresa, já que a direção planejava dar a informação nos próximos dias. 

Sorín e a ESPN Brasil não entraram em acordo em relação aos termos de uma renovação de contrato. Ainda de acordo com Menon, as negociações trataram de aumento nas participações do ex-jogador em outros programas e também sobre questões salariais. 

Um dos principais trunfos de Sorín na emissora foi o comando justamente do "Resenha ESPN". A atração conta com apenas um jornalista, André Plihal, e tem elenco formado apenas por jogadores e treinadores, aposentados ou em atividade. 

 

 

Dos ex-jogadores fixos que se revezam a cada edição do programa estão Djalminha, Alex, Fabio Luciano, Amoroso e Luizão. Antes de acertar com o SporTV, Muricy Ramalho também era presente constante no "Resenha". Entre os convidados que já estiveram na atração estão Tite, Ronaldo Nazário, Romário, Lucas Moura, Lucas Lima e Cafu. 

“São cinco anos na ESPN. Foram anos excelentes, anos incríveis, de muito crescimento profissional. Queria muito falar com vocês, agradecer a cada um de vocês nas suas casas, a cada um dos integrantes do 'Resenha', a cada um dos meus amigos jogadores, todos que passaram, uns foram embora outros ficaram... o Rodrigo (Rodrigues), a todos os câmeras e a toda a produção”, afirmou Sorín, se lembrando do primeiro apresentador do programa, antes de André Plihal. 

“Por que estou falando sério? Na verdade estou muito feliz por tudo que a gente conseguiu. Todos sabem que sou diretor da Elisprodutora, que criamos esse programa já há três anos. Mas meu contrato termina semana que vem. Então teremos esse 'Resenha' e mais o próximo com a minha presença”, continou.

E completou: “Estou muito feliz, muito orgulhoso de ter feito e conseguido ter um programa de jogadores, que o jogador tenha a sua voz, que consiga se manifestar como é, com suas emoções, suas imperfeições, suas histórias de vida, superação, é muito legal. Mostrando um pouco a família e mostrando como é a nossa vida no dia a dia. Fui e continuo sendo jogador de futebol pelo resto da minha vida". 

 

 

MAIS SOBRE:

futebolespnSorin
Comentários