Stoichkov afirma que Barça não precisa de Neymar: 'seria uma bomba no vestiário'

Búlgaro não deseja que clube troque jogadores pelo brasileiro e prevê reação ruim da torcida se negócio acontecer

Relacionadas

Ídolo da primeira conquista do Barcelona na Liga dos Campeões, o búlgaro Hristo Stoichkov se manifestou contra a volta de Neymar ao time catalão. Segundo ele, o time não precisa do brasileiro e ele pode ainda prejudicar a equipe.

"O Barcelona não precisa do Neymar. Ele não tem lugar porque já há jogadores importantes. O Barcelona já tem Dembélé, Griezmann, Suárez e Messi. Onde vão colocá-lo para jogar?", questionou Stoichkov durante participação no programa de TV espanhol Univisión.

"Seria uma bomba no vestiário. Da minha parte, não quero que volte. Existe pressão por todo lado, é claro que tem um grupo de jogadores que quer que ele volte e cobram do presidente um esforço, mas o Barcelona não deve mover sequer um euro para isso. O clube não tem dinheiro para pagar ao PSG", opinou o ex-jogador.

Stoichkov ainda criticou a possibilidade de o time catalão ceder jogadores para trazer o brasileiro de volta. "O Barcelona oferecer esses jogadores ao PSG é uma falta de respeito. Primeiro porque Rakitic é um grande trabalhador, um rapaz muito humilde que jamais baixou a guarda e sempre defendeu os interesses do Barcelona. O Coutinho custou muito dinheiro, tem muito futebol e sempre o defendo. Nenhum jogador do Barcelona deveria sair", afirmou o búlgaro.

Ele também tentou prever como os fãs iriam reagir. "Os torcedores do Barcelona não perdoariam seu retorno. Eles estão doídos pela forma como ele foi embora, e existe esse problema entre Neymar e Barcelona. A torcida preza muito pelo clube e não o perdoaria para que retorno", arrematou Stoichkov.

A opinião do ídolo do Barcelona não é a mesma de alguns membros do elenco: Piqué já afirmou que Neymar deveria fazer mais para voltar o jovem meia Aleñá admitiu que seria doloroso vê-lo ir para o Real Madrid. Ao mesmo tempo, do lado do PSG, os torcedores pediram que o brasileiro saísse do clube, enquanto Mbappé afirmou que o time não seria competitivo sem ele.

MAIS SOBRE:

futebolBarcelona [Futbol Club Barcelona]Hristo StoichkovNeymarParis Saint-Germain
Comentários