Tadeu Schmidt conta como surgiram os cavalinhos do Fantástico

Fantoches dos clubes de futebol viraram tradição no programa da Rede Globo

Relacionadas

Para os torcedores que acompanham o programa Fantástico, da Rede Globo, já virou tradição esperar o fim da programação para ver os famosos cavalinhos dos times de futebol comentando a rodada. Mas, você sabe como eles surgiram? 

Em entrevista ao quadro "Fala Muito!", do SporTV, o apresentador Tadeu Schmidt revelou como surgiu a ideia. "(Os cavalinhos) surgiram por acaso. Tínhamos três times empatados em pontos no Brasileirão de 2008 e colocamos os cavalos para mostrar que era por muito pouquinho. Aí foram evoluindo", conta.

Tadeu também diz que a programação chegou a trocar os cavalos por carrinhos. Mas a ideia não foi bem aceita pelos torcedores. "Os Cavalinhos passaram a ser divertidos, as pessoas começaram a gostar. Trocamos por carrinhos e as pessoas reclamaram. Aí voltamos depois e fizemos os fantoches", explica.

A edição do Fantástico deste domingo teve grande parte do programa voltado para a tragédia no Ninho do Urubu, CT do Flamengo. Uma parte específica repercutiu entre os telespectadores: imagens das vítimas jogando futebol com a narração de Luís Roberto e a homenagem feita pelos cavalinhos

Cavalinhos do Vasco e do Fluminense apareceram durante a homenagem e, com efeito de edição, os escudos de suas camisas foram trocados pelo do Flamengo. Aos poucos, todos os outros representantes que compõem a primeira divisão do campeonato nacional também apareceram na tela ao lado do cavalinho rubro-negro.

 

MAIS SOBRE:

futebolFantástico
Comentários