Técnico do West Ham liga para torcedora idosa que se recuperou da Covid-19

Iris Burroughs, de 86 anos, ainda recebeu convite para jogo do time quando for seguro ter torcida nos estádios

Relacionadas

David Moyes, técnico do West Ham, fez uma surpresa para Iris Burroughs, torcedora do clube de 86 anos que se recuperou após contrair covid-19: ligou para ela para saber como estava e parabenizá-la por ter vencido a doença, como um gesto de carinho para alguém que ama o clube.

"O técnico foi muito legal comigo e me telefonou porque ele sabia que eu tive o vírus e queria saber como eu estava. Ele estava perguntando sobre mim e como eu estava, mas do que qualquer coisa, e como eu estava lidando com isso. Ele disse que eu devo ser forte para superar a doença" afirmou Iris ao site do West Ham.

Na ligação, Moyes ainda fez um convite. "Ele também disse: 'Eu tenho uma surpresa para você'. Quando os jogos voltarem ao normal novamente, eu vou ser levada a uma partida e depois levada em casa de volta. Eu fiquei impressionada, para ser sincera, eu não sabia nem o que dizer! Será muito empolgante. Foi um gesto maravilhoso e significa muito que todo mundo esteja pensando em mim. Significa muito o que a Fundação e o clube fizeram por mim", contou a idosa, agradecida.

Moyes também falou sobre a ligação. "Iris foi ótima, cheia de vida. Ela falou sobre o apoio que ela tem recebido do clube, ligando para ela, mandando cartas para mantê-la atualizada. Ela diz que está se sentindo bem agora, o que é maravilhoso porque, do que sabemos, este vírus terrível pode ser para os idosos", comentou o técnico.

"É muito importante que nestes tempos vulneráveis para tantas pessoas, clubes como o nosso façam seu papel. O futebol está sob um holofote e clubes como o nosso têm uma grande responsabilidade na comunidade. Eles fizeram muitas coisas boas nos bastidores. Muitas pessoas ajudaram projetos locais", continuou o treinador.

"Se você não pode sair de casa, é importante que alguém se comunique com você. Apenas 10 minutos no telefone podem ajudar a mudar como você se sente. Iris disse que ela adoraria vir e conhecer os jogadores e eu e nós iremos trazê-la antes de um jogo, seja quando for", finalizou Moyes.

Não foi o único gesto do treinador do West Ham durante a pandemia: ele também se voluntariou para entregar comida a quem não pudesse sair.

MAIS SOBRE:

futebolWest Ham Unitedcoronavírus
Comentários