Técnico venezuelano relata 'visitas femininas' ao hotel, 'mas não houve tentações'

Rafael Dudamel ainda disse que jogadores sofreram tentativa de suborno antes da vitória por 1 a 0 sobre o Paraguai

Relacionadas

Ainda que não tenha tido qualquer interferência direta em vagas à Copa do Mundo, a grande surpresa da 18ª e última rodada das Eliminatórias sul-americanas foi a vitória por 1 a 0 da Venezuela sobre o Paraguai, em Assunção. 

Na entrevista coletiva, o treinador da seleção venezuelana, Rafael Dudamel, afirmou que, antes da partida, seus jogadores receberam "telefonemas estranhos e chamadas perigosas" no hotel, dando a entender que se tratavam de tentativas de suborno. Além disso, diversas mulheres teriam ido ao local onde os venezuelanos estavam hospedados, oferecendo sexo aos jogadores. 

 

+ Quem perde é a Copa! Veja craques que já estão fora do Mundial de 2018

+ Memes sobre a classificação da Argentina para a Copa tomam as redes sociais

 

"Creio que escolheram bem as mulheres. Não sei quem as mandou, mas felizmente não houve tentações e, como consequência disso, conseguimos os três pontos com personalidade", afirmou Dudamel, como citado pelo jornal argentino Clarín

Para ele, os jogadores e a comissão técnica deu "uma demonstração de dignidade, lealdade, profissionalismo. Muitos telefonemas estranhos, chamadas perigosas. Não vou especificar". 

Ainda na entrevista, Dudamel exaltou sua defesa, dizendo que os paraguaios "poderiam passar dois dias seguidos em nossa área e não iriam fazer um gol". / COM INFORMAÇÕES DA AFP

 

 

MAIS SOBRE:

futebolVenezuelaparaguainull
Comentários