Tite inova e convoca jogador nascido na Bélgica: 'brasileiro com orgulho'

Andreas Pereira ainda pode jogar pela Bélgica desde que não entre em um torneio oficial pelo Brasil

Relacionadas

Uma das surpresas na convocação de Tite para a seleção brasileira, anunciada na manhã desta quinta-feira, foi a presença do jogador Andreas Pereira. O meia que atua no Manchester United foi um 24 dos escolhidos para participar dos amistosos contra os Estados Unidos e El Salvador no próximo mês.

O atleta, no entanto, tem um fato peculiar que é diferente de todos os outros convocados: Andreas Pereira não nasceu no Brasil, mas sim na cidade de Duffel, na Bélgica. Ele ainda pode representar a Bélgica, desde que não entre em campo por um torneio oficial e profissional pelo Brasil.

Na época de seu nascimento, seu pai, Marcos Pereira, atuava pelo Mechelen. Sua mãe também é brasileira, mas Andreas nunca morou no país e viveu toda sua vida em solo europeu. 

Com passagens pelas seleções de base do Brasil, o meia de 22 anos chegou a participar da preparação para as Olimpíadas de 2016. Reconhecido desde cedo como talento prodígio, o jogador já treinava no PSV aos 9 anos e chegou a defender a Bélgica pelas equipes sub-15, sub-16 e sub-17.

Alguns outros nomes não-brasileiros que já vestiram a camisa verde e amarela: o italiano Francisco Police, o inglês Sidney Pullen, o goleiro português Casemiro do Amaral e o afegão russo Adolpho Milman.

MAIS SOBRE:

FutebolTiteAndreas PereiraManchester United Football Clubseleção brasileira masculina de futebolfutebol
Comentários