Titular da seleção do Panamá é assassinado; quatro suspeitos são presos

Amílcar Henríquez estava na companhia de amigos aproveitando seu período de folga

Relacionadas

O jogador da seleção de futebol do Panamá Amílcar Henríquez foi assassinado neste sábado na cidade caribenha de Colón, onde um desconhecido o atacou com uma arma de fogo e matou, além do atleta, seu amigo Delano Wilson.

Um relatório policial informa que um homem chegou de carro ao local onde Henríquez estava, no setor de Nuevo Colón, saiu do automóvel e atirou várias vezes contra o jogador do clube Árabe Unido de Colón, que morreu pouco depois em uma clínica. A Federação Panamenha de Futebol confirmou a morte pelo Twitter e publicou: "Lamentamos no mais profundo a morte de nosso selecionado nacional Amílcar Henríquez. Deus receba sua alma Mickey".

Horas depois, a polícia local confirmou que um jovem de 19 anos e três menores de idade foram detidos acusados de envolvimento com o assassinato do jogador. Os agentes localizaram o grupo em uma casa, onde foi encontrada uma arma, que teria sido utilizada para atingir Henríquez e o amigo.

No local, também foi encontrado um carro do mesmo modelo que o identificado por testemunhas do crime. O veículo era roubado e tinha diversas marcas de tiro, conforme publicou o jornal Crítica. A Polícia, o Ministério de Segurança do Panamá e a Promotoria do país ainda não se manifestaram sobre o caso, nem divulgaram qualquer informação sobre os suspeitos detidos na noite deste sábado.

MAIS SOBRE:

FutebolPanamáTwitterDeusMickeyPolíciaFutebolCrime
Comentários