Titular da seleção pode ser deportado da China após propaganda com atriz pornô

Comercial em que Paulinho aparece é de site de apostas, o que é proibido no país asiático

Paulinho vive um momento dos sonhos. Titular da seleção brasileira, o volante foi um dos destaques da equipe de Tite nos jogos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, marcando três gols na vitória sobre o time celeste. Porém, um problema extra-campo pode estragar a sua grande fase. De acordo com o jornal inglês Daily Mirror, o atleta pode ser deportado da China, onde defende o Guangzhou Evergrande.

Todo o problema foi causado porque o volante apareceu ao lado da atriz pornô Tsukasa Aoi fazendo propaganda para o site de apostas Letou, o que é proibido no país asiático. Segundo a publicação, isso seria suficiente para ele ser expulso da China, onde é peça fundamental da equipe treinada por Luiz Felipe Scolari.

Caso realmente a punição aconteça, Paulinho precisará encontrar um novo lugar para jogar, até porque está na briga por uma vaga na Copa do Mundo. Recentemente, uma rádio alemã ventilou o interesse do Bayern de Munique no futebol do ex-jogador do Corithians.

RESPOSTA

Inconformado com a repercussão do caso, Paulinho, através de sua assessoria de marketing, entrou em contato com o UOL e, além de dizer que não sabia que a moça era atriz pornô, prometeu processar a Letou por causa do vazamento da foto. A equipe do jogador ainda negou a possibilidade do atleta ser deportado da China, já que o anúncio só será veiculado nas Filipinas, onde apostas online são permitidas.

MAIS SOBRE:

FutebolPaulinhoTitefutebol
Comentários