Torcedor chama jogador de macaco e manda ele comer bananas; atleta desabafa 

Caso de racismo aconteceu durante o jogo entre Vilhena e Vilhenense, pelo Campeonato Rondoniense

Relacionadas

Após a partida entre Vilhena e Vilhenense, pelo Campeonato Rondoniense, no domingo (18), o atacante Henrique Teixeira usou as redes sociais para desabafar e dizer que um dos torcedores do clube o chamou de macaco e ainda mandou ele comer bananas.

+ Operadora dá 11 minutos de graça no celular para cada gol de Salah

+ Bandeirinha registra boletim de ocorrência após ser agredido por massagista

+ Real Madrid quer contratar Alisson, goleiro da seleção, diz jornal

O caso de racismo foi renunciado pelo clube do Vilhena, que publicou uma nota de repúdio nas redes sociais. "O clube se solidariza com o jogador e com todos que, ainda são vítimas desse pensamento criminoso, e reitera que recusa o racismo em todas as suas formas de manifestação. O VEC se compromete a providenciar o apoio necessário ao atleta e afirma que buscará as medidas judiciais cabíveis".

"O fato é que, chegou ao conhecimento do clube que algumas pessoas ofenderam jogadores do VEC, quando os atletas deixam o Estádio Portal da Amazônia, por volta das 19h45", conta. 

Em sua página no Facebook, Henrique lamenta o caso: "O que acontece dentro de campo, fica no campo. Não acredito que no tempo que vivemos hoje ainda tem pessoas que nos xingam na rua e ainda por cima ofendem a mim e alguns companheiros, ter a coragem de me chamar de macaco e mandar eu comer banana".

Em campo, o Vilhenense perdeu a partida por 6 a 1. Confira as publicações:

MAIS SOBRE:

FutebolVilhena [RO]
Comentários